Olha as Donas ai, gente!!!

novaIMG_1381PrisAna C.

 

Categorias: Uncategorized | Deixe um comentário

Arroz – Orgulho dos Tailandeses

th

Segundo os tailandeses, eles alimentam o mundo. São os maiores exportadores de arroz do mundo, mas também devem ser os maiores consumidores, depois da China.

   O arroz é a base não só da alimentação de todos os países asiáticos como também deve servir como aglomerante no concreto para construção. Pra se ter uma ideia, comer arroz soltinho com pauzinho é muito difícil. Então eles fazem um tal de arroz grudento, que pode ser sem sal e qualquer tempero ou doce. Continuar lendo

Categorias: Curiosidades do Outro Lado | Tags: , , | 1 Comentário

Dois dias no Mekong

Depois de pegarmos uma van, um ônibus e um Tuktuk, já com o visto na mão, chegamos à primeira cidadezinha do Laos, onde pegamos o barco para irmos para Luang Prabang.

O Tuktuk nos deixou longe do cais e tivemos que descer uma ladeira toda esburacada para chegar até o que eles chamam de cais. Um barranco com uma passarela solta de madeira apoiada em um lado no barranco e no outro em um barco. Eram uns quatro barcos ancorados e o nosso o último. Nessas horas que fico bem feliz de ter trazido pouca bagagem. Imagine, atravessar, pulando os três barcos até chegar ao nosso, com bagagem pesada? Continuar lendo

Categorias: Fora da Área de Cobertura | Tags: , , , , | Deixe um comentário

Acidentes acontecem

Aos desavisados que porventura passarem por aqui e acharem estranho que este blog, que seria para falar das mazelas da segunda adolescência, digo, da maior idade, ou mesmo da velhice, venha aportando Post de viagem.

Continuar lendo

Categorias: Fora da Área de Cobertura | Deixe um comentário

Banheiros

Tenho fixação por banheiros. De todos os tipos e lugares do mundo.

Sempre que viajo, vou visitar os banheiros para ver se tem alguma novidade.

Claro que por aqui não está sendo diferente. Já vi de todos os tipos. Desde os tipos árabes, os mais comuns, que é algo parecido com uma privada ocidental e quadrada enterrada no chão, até os quase ocidentais, porque ocidental mesmo eu ainda não vi.

Continuar lendo

Categorias: Curiosidades do Outro Lado | Tags: , , , , , , | 2 Comentários

Comida de Rua

image   Não é à toa que o símbolo do oriente é um dragão. Para virar um dragão por aqui não é difícil, basta comer a comida de rua ou mesmo entrar em um restaurante asiático e pedir qualquer coisa para comer.

   Na primeira garfada – isto é, palitada, já que aqui se come com palitos – a boca é tomada pela ardência, os olhos começam a lacrimejar e esbugalham e desce uma coriza pelo nariz como a pior das gripes, a garganta se fecha e vem o acesso de tosse. Tudojuntoemisturado. O passo seguinte é começar a soltar fogo pelas ventas, como um dragão. Antes que isto aconteça, faça uso do antídoto. Ingerir muito pão e líquidos, qualquer um que estiver ao seu alcance, diminuem os sintomas. Desaparecer, só depois de três horas, quando a fome já está te matando e novamente se inicia o ciclo.

Continuar lendo

Categorias: Curiosidades do Outro Lado | Tags: , , , | Deixe um comentário

A Fazenda dos Elefantes Felizes

Como ia dizendo, fomos à tal fazenda dos elefantes felizes. Acordamos cedo e uma van veio nos pegar. Após 50 minutos, chegamos à fazenda e nos juntamos aos outros gringos que nos esperavam.Após uma aula de “Como cuidar do seu elefante”, cada um recebeu um elefante para chamar de seu.

Continuar lendo

Categorias: Fora da Área de Cobertura | Tags: , , , , , | 4 Comentários

Vida de cão , gato e rato

Aqui na Tailândia, existe duas raças de cão. Os pequenos e peludos e o resto.

Faz pouco tempo que foi proibido o consumo de cachorros na dieta Thai e a exportação para outros países do Sudeste Asiático foi declarada ilegal, mas dizem que ainda existe.

Os cachorros de raça grande eram os preferidos para serem comidos. Acho que, por este motivo, depois da proibição, esses bichos foram delegados ao abandono. Ficam soltos pelas ruas e são maltratados por todos, enquanto os pequenos e peludinhos têm vida de marajá.
Presenciei uma cena que me deixou, e a todos os gringos de um tour, revoltados. Continuar lendo

Categorias: Fora da Área de Cobertura | Tags: , , , , , , , | Deixe um comentário

Os Paquidermes

Estacionamento de Elefantes

Estacionamento de Elefantes

Odeio zoológico. De todos os tipos. Não importa se os animais estão em jaulas ou em um cenário imitando seu habitat. Pra mim, lugar de bicho é na floresta, exceto os cães e gatos que já esqueceram que são animais.

Em Surim, uma cidadezinha, a três horas de Bangkok, Piron, nosso hospedeiro e guia, nos levou para vermos os elefantes que são criados como pets. Os elefantes levam três gerações para serem “domesticados” e são símbolo de status. Não basta ter dinheiro, tem que ter um elefante.

Continuar lendo

Categorias: Fora da Área de Cobertura | Tags: , , , , , , | 2 Comentários

Clube de Luta

RING DA LUTA

RING DA LUTA

Ainda andando sob nuvens, saímos do banco com uma pequena fortuna na bolsa. Olho pro lado e vejo Angela sendo arrastada no meio da multidão por um cara, pequeno mas fortinho, e entrando em um beco muito suspeito. Sigo à distância e fico em dúvida se entro ou não para resgatá-la naquele beco meio escuro e com uma aparência de depósito de muamba. Resolvo entrar cautelosamente e encontro a Angela conversando com uma mulher forte em frente a um ring de luta. Chego perto e descubro que elas estão negociando um lugar para uma luta naquela noite.
Ok, eu estava louca pra ver uma luta de Muay Thai, mas aquele lugar era muito trash. Já tinham me falado que Muay Thai era meio violento e que a plateia era muito “vibrante”. Convenci Angela a comprar na segunda fileira, protegida por uma meia grade. Naquela noite, a luta principal era entre duas mulheres. Continuar lendo

Categorias: Fora da Área de Cobertura | Tags: , , , , , , , , | Deixe um comentário

Comida pelos Garras Rufas

   Em Chiang Mai, viajando há mais de 15 dias, meus pés já estavam pedindo um help. Queria fazer massagem em um dos milhares de massagistas espalhados por toda a cidade, mas não tinha coragem de mostra-los, encardidos e cheios de cracas.

   Apesar de estarem acostumados com qualquer tipo de pé, eu fiquei com pena dos massagistas. Afinal não era só a aparência, também tinha o odor desagradável de quem está há muito tempo abafado dentro de um tênis.

A propaganda diz que os Garras Rufas fazem um bom trabalho de pedicure.  Sempre tive nojo daqueles aquários onde qualquer um coloca seus pés sem a menor cerimônia e os famintos peixinhos fazem o maior banquete.

Nojo! Nojo! Nojo Continuar lendo

Categorias: Fora da Área de Cobertura | Tags: , , , , , , , | 3 Comentários

Blog no WordPress.com.

Donas do Tempo

Um blog pra chamar de nosso

Fifties

Para maiores de 50 | Sobre aprender a envelhecer...com graça

Preciso Viajar

Blog de Viagens e Dicas para Viajar Sozinho

Buenos Aires para Chicas

Um blog pra chamar de nosso

Carol e suas baby-bobeiras

Um blog pra chamar de nosso